Salvador inicia 1ª etapa da campanha de vacinação contra sarampo nesta segunda-feira (10)

Crianças e jovens de 05 a 19 anos não vacinados ou com esquema vacinal incompleto são o público alvo dessa primeira fase da estratégia

A partir da próxima segunda-feira (10), as cerca de 130 salas de imunização de rede municipal da Saúde de Salvador darão início à primeira etapa da Campanha de Vacinação contra o Sarampo que tem como público-alvo os crianças e jovens de 05 a 19 anos não vacinados ou que estão com esquema vacinal incompleto da tríplice viral (que protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola).

Na capital baiana, cerca de 612 mil pessoas estão nessa faixa etária. Essa etapa da campanha seguirá até 13 de março. “O objetivo é realmente alcançar quem nunca tomou a vacina ou está com esquema incompleto já que ainda há indícios de surtos ativos em algumas regiões do país. A fácil transmissão da doença é preocupante, por isso é fundamental garantir que a capital baiana tenha um bom número de pessoas vacinadas, sobretudo no período do carnaval onde aumenta a circulação de pessoas de todo o mundo em nossa cidade”, pontuou Doiane Lemos, subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis.

Dia D

Para ampliar o acesso do público às doses, a Secretaria Municipal da Saúde realizará no próximo dia 15 de fevereiro, um sábado, o Dia D da estratégia, quando além de postos de saúde convencionais, pontos com grande circulação de pessoas espalhados pela cidade serão instalados para vacinação contra o sarampo.

Demais públicos

Apesar da nova etapa da campanha intensificar a imunização das pessoas de 05 a 19 anos, Doiane Lemos destacou que as doses permanecerão disponíveis para os demais grupos – indivíduos de 06 meses a 59 anos -, sobretudo, à população infantil, público com cobertura vacinal próximo a meta determinada pelo Ministério da Saúde.

“Estamos com praticamente 92% das crianças da capital vacinada, um percentual muito próximo da meta [95%] e é importante que pais e responsáveis conduzam os pequenos aos postos para a administração da dose. Lembrando, que no período da intensificação das pessoas de 05 a 19 anos, permaneceremos vacinando os demais indivíduos que porventura estiverem com o esquema vacinal incompleto”, finalizou.