Prefeitura faz 107 interdições em bairros e aponta testes positivos para Covid-19

Para garantir o cumprimento da estratégia de regionalização das restrições nos bairros da Boca do Rio, Plataforma e do Centro, a Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) efetuou ontem (11) inspeções nestes pontos da cidade. A medida visa salvar vidas contendo a disseminação da Covid-19 na capital baiana.

No total, foram efetuadas 606 vistorias e 107 interdições nas três áreas impactadas com as medidas municipais. A determinação de regionalização envolve restrição de atividades comerciais, inclusive do comércio informal, exceto farmácias, supermercados, bancos e lotéricas. As medidas de enfrentamento ao coronavírus nestes locais terão duração de sete dias, contados da ontem.

No bairro de Plataforma, no Subúrbio Ferroviário, a restrição, que ocorre especificamente no Largo do Luso, teve 64 vistorias e 13 nterdições. Na região do Centro da cidade, nas vias que têm como característica o comércio ativo, a Avenida Joana Angélica, a Rua Carlos Gomes e a Avenida Sete de Setembro tiveram 61 interdições efetuadas. Nessa região foram executadas 348 vistorias. Já na Boca do Rio, onde a restrição ocorre na Rua Hélio Machado, foram registradas 194 vistorias e 33 interdições.

Nesses locais , a Prefeitura disponibilizou alguns serviços municipais para os moradores. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ofertou testes rápidos para a detecção de doenças sexualmente transmissíveis. Em Plataforma, foram realizados 42 testes, sendo que dez tiveram resultado positivo. Na Boca do Rio, foram realizados 81 testes e três deram positivo. Já na Avenida Joana Angélica, ocorreram 124 testes, com quatro casos confirmados.

Através da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) foi realizada uma ação itinerante com a prestação de serviços que normalmente são disponibilizados nas unidades dos Centros de Referência e Assistência Social em Salvador (CRAS). Ontem (11), houve 49 atendimentos e 16 encaminhamentos na Avenida Joana Angélica, 15 atendimentos e três encaminhamentos no bairro de Plataforma e ainda 28 atendimentos e dois encaminhamentos na Boca do Rio.

Texto Secom