Oitocentas crianças são formadas como agentes mirins de combate ao Aedes Aegypti em Salvador

Na semana em que se comemora o Dia das Crianças, oitocentos alunos do Ensino Fundamental da Escola Subúrbio 360º, em Coutos, participaram nesta terça-feira (08), de evento de capacitação que os formou como agentes mirins de combate ao Aedes Aegypti. Promovida pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), unidade vinculada à Prefeitura de Salvador, através Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a capacitação contou com a presença do secretário da pasta, Leo Prates, além de profissionais e técnicos da SMS.

De acordo com Andrea Salvador, coordenadora do CCZ, a ação tem como objetivo envolver as crianças no combate ao Aedes Aegypti, nos bairros e comunidades em que moram, tornando-os verdadeiros agentes. “Quando se sensibiliza uma criança através da educação ela se sente parte do processo, e reproduz na sua casa, comunidade e escola o que foi passado, tornando-a um agente multiplicador, um verdadeiro agente mirim”, explicou.

Durante a capacitação foram distribuídos para as crianças jogos, adesivos, e informativos, para que de uma forma lúdica pudessem absorver as informações compartilhadas durante o encontro. Armadilhas foram implantadas para que realizassem experimentos práticos. “Eles colocaram água, e verificaram a presença de larvas de mosquitos, o que as ajudou a entender o que acontece caso não haja cuidado em suas áreas de habitação. Eles compreenderam também o quanto o Aedes pode ser perigoso e como identificar a presença do mosquito”, afirmou a coordenadora do CCZ, Andrea Salvador.

A Fundação Maria Emilia atuou como parceira durante a capacitação, fornecendo kits com livros de história e materiais educativos. Foi realizada, ainda, a apresentação de uma peça de teatro com o grupo “Estripulias”, para fortalecer a compreensão dos alunos.

O secretário da saúde de Salvador, Leo Prates, destacou a importância da formação dessas crianças no combate ao Aedes. “Ações como essa são de extrema importância, pois é essencial que a consciência seja estimulada ainda na infância, na escola, para que as crianças cresçam entendendo a importância de combater o Aedes, e se tornem agentes de combate em suas ruas e bairros, compartilhando informações e os aprendizados com a família e amigos. Aproveito também para parabenizar todas as crianças pelo seu dia, comemorado no próximo dia 12 de outubro! ”, disse o gestor.