Controle de Zoonoses realiza castração gratuita de animais

cao_gatoO Centro de Controle Zoonoses (CCZ) oferece a castração gratuita de animais domésticos em Salvador.

Para isso basta ligar para o telefone 160 e se cadastrar com os dados pessoais, além de emitir informações do animal – estado de saúde, a idade, a raça, a espécie, o porte e o nome. As castrações acontecem de segunda a quarta-feira, no próprio CCZ – Rua do Mucambo, Vila 2 de Julho, Alto do Trobogy – ou na Clínica Veterinária Vida Animal, conveniada a Prefeitura e localizada na Rua Wilson Palmeira, nº 54 – Amaralina.

O cão ou gato tem que ter entre oito meses e cinco anos, sua saúde tem que estar em perfeitas condições com o cartão de vacinação constando pelo menos a vacina anti-rábica, o peso não pode estar muito abaixo do ideal e em caso de esterilização de fêmeas, esta não pode estar em período de gestação. O animal deverá ter um responsável pelo pós-operatório com este fornecendo RG, CPF e comprovante de residência. Após receber o protocolo guia, o dono do animal tem que ir clínica credenciada ou ao CC,  onde um cirurgião veterinário avaliará o bichano e, após a constatação de plenas condições, marcará a data da cirurgia. O veterinário responsável indicará os medicamentos para o pós-operatório e em uma semana retirará o curativo.

Combate a raiva – A iniciativa da Prefeitura do Salvador através do CCZ acontece desde 2008 e visa ações de combate a raiva, através do controle de reprodução. Estudos para o aumento de clínicas conveniadas vêm sendo realizados. Em todo o ano de 2009 foram castrados 644 animais, nos quais 416 eram cães e 228 gatos. Em 2010, já foram encaminhados 271 para a operação.

Atividades para a identificação da população com interesse de castrar seus bichos vêm sendo realizadas, já que existe uma preocupação com a questão do acesso a essas pessoas aos locais da cirurgia. O Pelourinho foi a primeira área em que o trabalho foi realizado e a próxima será Cajazeiras. O trabalho também ocorrerá nas comunidades da Operação Chuva.

O CCZ vem estruturando cada vez mais a sua parte física e de pessoal. A gerente do Centro, Lucrecia Lopez, lembra que a castração tem um impacto a longo prazo no combate da raiva em Salvador.