Surto de sarampo na Bahia reforça a necessidade de vacinação em Salvador

Campanha Nacional de Vacinação acontece de 07 a 25 de outubro voltada para crianças de 06 meses a menores de 5 anos

Diante do alerta para o risco de casos associados ao surto de sarampo registrado no município baiano de Santo Amaro da Purificação, a Secretaria Municipal da Saúde de Salvador reforça a importância da população procurar um dos 129 postos da capital para se proteger contra o vírus da doença.

Na segunda-feira, dia 07 de outubro, o Ministério da Saúde também dará início a uma campanha nacional de vacinação contra o sarampo tendo como público alvo crianças de 06 meses a menores de 05 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), devido a vulnerabilidade desse grupo contrair o agravo e evoluir para complicações graves e até mesmo levar ao óbito. A estratégia se estenderá até o dia 25 de outubro.

“Todas as nossas unidades estão abastecidas com o imunobiológico. Apesar de termos apenas um caso importado confirmado na cidade, é importante que a população se sensibilize quanto a importância da prevenção e ajude o poder público evitar a circulação do vírus na capital baiana, e uma das melhores formas é a imunização”, pontua a subcoordenadora do Controle de Doenças Imunopreveníveis, Doiane Lemos”.

As pessoas deverão se dirigir aos postos de segunda à sexta-feira (exceto feriados), das 08:00 às 17:00 horas, portando documento de identificação pessoal e cartão de vacinação.
O sarampo é uma doença infecciosa, extremamente contagiosa, transmitida pela tosse e espirro, e pode ser contraída por pessoas de qualquer idade.

Os principais sinais e sintomas:
Febre alta, acima de 38,5°C;
Dor de cabeça;
Manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e, em seguida, se espalham pelo corpo;
Tosse;
Coriza -nariz escorrendo-;
Conjuntivite;
Mal-estar.