Operação Verão sem Mosquito intensifica inspeções no aeroporto, estações de transbordo e terminais marítimos e rodoviário da cidade

Ferry boat, estação de trem da Calçada e diversos pontos de ônibus da cidade também serão inspecionados durante mobilização que envolverá cerca de cem profissionais

A Prefeitura de Salvador continua fechando o cerco contra o Aedes aegypti na capital baiana. Nesta sexta-feira (10), a partir das 08 horas, além das ações de rotina, técnicos do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) intensificarão as ações de contingência nos terminais marítimos do bairro do Comércio e no ferry boat, na estação de trem da Calçada, terminal rodoviário e aeroporto, além de das estações de transbordo do metrô e ônibus com o trabalho de inspeção e eliminação de possíveis focos do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya.

A estratégia que faz parte da operação Verão sem Mosquito envolverá cerca de cem profissionais. “Iremos atuar até o carnaval reforçando as ações de contingência contra o Aedes, sobretudo, nos locais onde teremos grande circulação de pessoas. Nesse período de sol forte intercalado por chuva espaçada é muito propício a criação da larva. Qualquer utensílio jogado ao chão pode servir como criadouro do mosquito. Por isso os agentes de combate às endemias irão eliminar possíveis focos com a aplicação de larvicidas, além do tratamento nos logradouros públicos em pontos turísticos, estações de transbordo, terminais marítimos e pontos de ônibus da cidade de forma mais intensa”, destacou Isolina Miguez, subcoordenadora das Ações e Controle das Arboviroses.

Na próxima semana, a mobilização seguirá para as localidades que fazem parte do cortejo da tradicional festa do Senhor do Bonfim, na Cidade Baixa.