Operação Verão sem Mosquito intensifica ações em pontos turísticos da capital baiana

Para o enfrentamento do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) intensifica as ações de contingência em praças, ruas, localidades onde acontecem as festas populares e demais pontos turísticos em Salvador.

As atividades que fazem parte da Operação Verão sem Mosquito, tem como objetivo minimizar a possibilidade da transmissão das arboviroses nas áreas de grande circulação de pessoas nessa época do ano.

“Esse clima de sol forte com chuvas espaçadas é extremamente favorável tanto para o desenvolvimento mais rápido do mosquito quanto para a transmissão mais rápida das doenças. Nossa meta é, além de manter as inspeções de rotina em toda cidade, fazer um trabalho mais intenso em espaços que naturalmente vão ter um grande volume de circulação de pessoas para garantir o ambiente na melhor condição possível para erradicar os focos de Aedes”, destacou Isolina Miguez, subcoordenadora de arboviroses.

Nesta terça-feira (07), a partir das 8 horas, os agentes de combate às endemias realizarão uma vistoria nas ruas que fazem parte do percurso da tradicional festa do Senhor do Bonfim, na Cidade Baixa.