Centro de Controle de Zoonoses intensifica ações em mês de combate à leptospirose

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) está ampliando uma série de atividades de prevenção e controle da infestação de roedores nos 12 distritos sanitários de Salvador. O mês de maio foi escolhido para alertar a população dos riscos da leptospirose, patologia transmitida pela urina do rato. A doença foi responsável por registrar 26 casos suspeitos de janeiro a abril deste ano.

Se comparados ao mesmo período do ano passado, os números apresentam uma elevação de 36% no quadro de notificações. “Estão chegando os meses que mais chove em Salvador e nossa atuação nesse período é importante para prevenir as infestações de roedores. Vamos aplicar raticidas nas bocas de lobo para comprovar a limpeza e evitar disseminação de urina na água das chuvas, além do trabalho educativo para que a sociedade evite o acúmulo de lixo para não atrair ratos”, explicou a coordenadora do CCZ, Andrea Salvador.

A expectativa é realizar ações de bloqueio em todas as regiões que tenham tido casos e além de continuar as ações de rotina em praias, além de feiras, Mercados Municipais, parques, praças e orlas pesqueira e suburbana.

Cerca de 100 servidores entre agentes de combate as endemias, biólogos e veterinários do CCZ realizarão o diagnóstico ambiental a fim de identificar situações que propiciam a presença de roedores.

Programação (Apenas pela manhã de 08h às 12h)

07/05 – Fazenda Coutos/ Calçada / Pero Vaz
08/05 – Pernambués/ Praça Dodô & Osmar / Periperi
09/05 – Mata Escura
10/05 – Pau da Lima