A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Salvador, através do Centro De Referência Em Saúde Do Trabalhador (CEREST) assistiu mais de 7 mil ambulantes, cordeiros e catadores de materiais recicláveis nos três primeiros dias de Carnaval. Também foram inspecionados 46 estabelecimentos para verificação das conformidades em relação às condições de trabalho dos profissionais temporários da festa.

A missão do Cerest neste Carnaval é garantir atenção integral aos trabalhadores, condições seguras de trabalho, fiscalizar para garantir o direito à alimentação e afins. As equipes orientam os trabalhadores sobre condutas seguras para o melhor desempenho das atividades na prestação do serviço, de forma a evitar acidentes e doenças, a exemplo da ingestão de bebidas alcoólicas e drogas, bem como recomendam a melhoria dos ambientes e espaços de trabalho.

“Estamos atentos às condições de trabalho e segurança para os profissionais e também para os foliões, por isso seguimos inspecionando, realizando ações educativas em saúde do trabalhador com os vendedores ambulantes, nos balcões de alimentação, restaurantes e nos certificando de que haja cumprimento das normas. Tudo isso para assegurar a proteção e cuidado para todos”, explica a vice-prefeita e secretária da Saúde de Salvador, Ana Paula Matos.