Salvador registra nove óbitos por influenza H1N1

art_influenza_2018

Mesmo com 50 casos confirmados da doença na capital, a procura pela vacinação contra a gripe é considerada baixa

Apesar de Salvador ter confirmado 50 casos de Influenza H1 N1 e notificado 9 óbitos pela doença em 2018, a procura pela vacinação contra a gripe ainda é considerada baixa na capital baiana. Iniciada desde o dia 23 de abril, até o momento 115.741 doses foram aplicadas, o que corresponde a 21,4% de cobertura.  A estimativa é imunizar 90% das 541.451 pessoas que fazem parte do público alvo.

De acordo com Doiane Lemos, Subcoordenadora de Imunização do município, os números são considerados baixos levando em conta que estamos avançando para a 3ª semana da campanha que se encerará no dia 01 de Junho.

“É importante não deixar para a última hora, estamos percebendo uma fraca movimentação nos postos, o que é um fator preocupante, considerando que 9 vidas foram ceifadas na capital, em consequência da doença. Além disso, o imuno leva de 7 a 10 dias para fazer efeito no organismo”, alertou a coordenadora de imunização.

Outro fator preocupante é a baixa adesão do grupo das crianças, já que é um público bastante vulnerável às complicações caso contraiam à doença. Das 151,829 crianças elegíveis para serem imunizadas, pouco mais de 20.000 mil (13,3%) compareceram aos postos para se protegerem. O alerta também se aplica ao grupo de idosos, de um público estimado em mais de 250.914, apenas 65 mil já estão protegidos (26,1%).

O grupo que mais se vacinou até o momento foi o de puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), 37,6 %, de um total de 4.316 mulheres já estão imunizadas. O grupo de professores e trabalhadores da saúde seguem com uma cobertura de 13,7% e 22,8%, respectivamente.

Este ano, o imunobiológico disponibilizado para população é trivalente, que protege contra os sorotipos H1N1, H3N2 e Influenza B. Os 126 postos de vacinação funcionam de segunda à sexta- feira (exceto feriado), das 08:00 às 17 horas.

Para ampliar o acesso à imunização, no dia 12 de maio será realizado o Dia D da estratégia, quando serão instalados pontos extras nos postos de saúde e locais estratégicos como shoppings, supermercados, escolas, creches, associações, igrejas e estações de transbordo.

Por: Ilma Oliveira