Dois milhões de preservativos foram distribuídos nos circuitos da folia

saude_na_folia_distribuicao_preservativos_01_03_2017 - SITEPara estimular a prática do sexo seguro durante o carnaval, a Prefeitura de Salvador montou um esquema especial: a cada mil metros nos circuitos da folia foi instalado um ponto de distribuição gratuita de preservativos.

A estratégia contribui para que seja evitada a gravidez indesejada, bem como o contágio por doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Segundo especialistas, o comportamento permissivo e o uso excessivo de álcool e drogas são a combinação perfeita para o sexo sem proteção no carnaval. Por isso, durante toda a folia momesca em Salvador, foram distribuídas cerca de dois milhões de camisinhas.

A capital baiana foi, inclusive, palco do lançamento da campanha nacional para de prevenção à Aids e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) voltada para o Carnaval. A cerimônia foi realizada no dia 21 de fevereiro, no Museu du Ritmo, e contou com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros, do prefeito ACM Neto, do vice-governador João Leão; dos secretários municipal e estadual da Saúde, José Antônio Rodrigues Alves e Fábio Villas-Boas; e do anfitrião Carlinhos Brown.O slogan da campanha foi “No Carnaval, use camisinha e viva essa grande festa!”com a proposta de sensibilizar principalmente jovens de 15 a 24 anos, cujos casos de HIV/Aids cresceram 85% dos últimos 10 anos.